Paróquia Santa Maria de Galegos

Paróquia Santa Maria de Galegos

DIGITE AQUI O SEU EMAIL E RECEBA NOTICIAS

ANO PASTORAL

ANO PASTORAL

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Fátima: Encontro nacional da Pastoral Litúrgica dedicado à figura da Virgem Maria

Destacam-se quatro conferencias principais, uma escola de ministérios entre hoje e 28 de julho

Lisboa, 24 jul 2017 (Ecclesia) –  A Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade e o Secretariado Nacional de Liturgia (SNL) promovem entre hoje e sexta-feira o seu encontro nacional de pastoral, com o tema ‘A Virgem Santa Maria na Liturgia’, em Fátima.
O diretor do SNL afirma que a reforma litúrgica “está a passar por um momento difícil”.
“O difícil é a compreensão da liturgia, porque se não se compreender não pode ser bem celebrada”, disse o padre Pedro Ferreira  à Agência ECCLESIA.
O responsável sublinha que o Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica já “tem a sua história, o seu peso” e o sacerdote observa que se cada um dos que intervêm na liturgia, desde o presidente aos fieis que participam, “não tiverem consciência daquilo que estão a desempenhar, a liturgia não funciona”.
Neste contexto, o diretor do SNL explica que o encontro é, sobretudo, pensado para “a formação do clero” e dos diversos ministérios que intervêm na liturgia: acólitos, os leitores, ministros extraordinários da comunhão, os catequistas e os cantores, que “têm lugar muito importante”.
A semana de estudos está enquadrada este ano no Centenário das Aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria.
Segundo o diretor do SNL, houve uma movimentação da Igreja Católica em Portugal no sentido de centrar “as atenções na temática da Vigem Maria” e a liturgia “não pode ficar de fora”, porque Maria “ocupa um lugar de primeiríssima importância” na liturgia pela sua união com Cristo.
“É a figura da Igreja que é o corpo de Cristo, é aquela que reza, é a mãe da Igreja, a virgem Maria é tudo na liturgia”, assinalou o padre Pedro Ferreira.
“Toda a liturgia é o exercício do ministério sacerdotal de Cristo mas pela sua união com a Virgem Maria está sempre presente”, desenvolveu.
Do programa, o sacerdote destacou quatro conferências “muito importantes”, duas por bispos portugueses - D. João Marcos, bispo de Beja, sobre ‘Maria no mistério de Cristo e da Igreja’, na abertura do encontro; e D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda e presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade, que aborda o tema ‘A Virgem Santa Maria no Ano Litúrgico’.
O padre italiano Corrado Maggioni, da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos (Santa Sé), vai apresentar ‘A coletânea de Missas da Virgem Santa Maria; e o reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, fala sobre “a importância de Fátima na liturgia em Portugal”.
O 43.º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica proporciona esta terça-feira uma Escola de Ministérios, em seis escolas.
Segundo o padre Pedro Ferreira, na quarta e quinta-feira há duas conferências por dia, sobre “diferentes aspetos da mariologia e liturgia”, que são “à escolha dos participantes”.
O encontro anual da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade e o seu Secretariado Nacional de Liturgia vai decorrer no Centro Paulo VI e as celebrações religiosas têm lugar na Basílica da Santíssima Trindade e na Capelinha das Aparições.
A sessão conclusiva na sexta-feira está marcada para as 10h00; uma hora depois a Missa de encerramento celebra-se na Basílica da Santíssima Trindade.

Sem comentários :

Enviar um comentário

DEIXE O SEU PARECER!.....